MENSAGEM GOSPEL - O CUIDADO DO TIZIU

Notícias Gospel

O CUIDADO DO TIZIU

Publicado em 11 de Março de 2019 | Colunista: Pr. Eraldo Lopes


O CUIDADO DO TIZIU

 

 

"E a perseverança tenha a sua obra perfeita, para que sejais

perfeitos e completos, não faltando em coisa alguma" 

(Tiago 1.4).

 

O  caminho  para  a  perfeição  é  forrado  com   provações,

sacrifícios e tribulações que exigem de cada  um  de  nós  a

mais completa persistência. Aquele que pretende realizar uma

tarefa altruísta, com toda dignidade e perfeição, há de  ser

sobretudo  perseverante.  A  inexperiência  em  determinados

aspectos da nossa vida quase sempre acarreta falhas, que nos

levam ao desânimo no  prosseguimento  do  trabalho  que  nos

propusemos realizar; e quantas vezes, por falta de perseverança,

deixamos de executar uma obra de valor eterno.

 

Tiziu despertou, comeu algumas bananas e foi brincar com  os

outros macaquinhos. Tanto pulou que acabou  descobrindo,  no

alto de uma árvore, um ninho com três filhotes que,  com  os

bicos  abertos,  gritavam  desesperadamente.    Chamou    os

companheiros para que juntos  descobrissem  o  que  poderiam

eles fazer para ajudar os filhotes. Um dos mais espertos opinou

logo:

 

--Estes filhotinhos estão com fome, pobrezinhos.

 

Tiziu correu e voltou trazendo uma  banana.  Tirou  a  casca

para que os filhotes a comessem; acontece que eles ainda não

sabiam bicar... Daí chamou sua mãe, mas ela explicou que não

entendia de passarinhos! Entretanto, sem desanimar, ele saiu

à procura da tartaruga, já que os filhos dela também  nascem

de  ovos  como  os  passarinhos.  Esta  explicou   que    as

tartaruguinhas quando nascem não  carecem  dos  cuidados  da

mãe, porque são capazes de se cuidar. Assim ela  também  não

podia prestar ajuda. Saiu e foi falar com a sapa, porém, depois

de esclarecimentos, outra recusa.  Sem desanimar, o Tiziu

arriscou falar com a senhora do peixe, mas a resposta ia sendo

a mesma--não tinham experiência sobre como cuidar dos

filhotes...

 

O que fazer? Os filhotinhos morreriam de fome, já que ninguém

sabia como alimentá-los. A garça, ao ouvir sobre o problema,

disse ao Tiziu:

 

--É muito simples. Basta raciocinar: para cuidar de filhotes

de passarinhos só mesmo outra mamãe passarinho. Vi há pouco

uma tico-tico acabando de  ensinar  seus  filhotes  a  voar.

Agora que eles se foram, ela certamente dispõe de tempo para

esse mister.

 

Imediatamente, o macaquinho persistente  entrou  em  contato

com a tico-tico e em pouco tempo já se encontrava  junto  ao

ninho dos filhotes abandonados, trazendo a  mamãe  tico-tico

para tomar conta deles.

 

--Coitadinhos! Como estão famintos! O que  teria  acontecido

aos seus pais?--disse ela cheia de compaixão.

 

Voando com diligência, num momento estava de volta, trazendo

alimento em seu bico e presenciando, feliz, a  gulodice  dos

filhotes. O Tiziu só ficou observando os vaivéns daquela mãe

adotiva, que só parou quando viu os novos filhos satisfeitos

e tranqüilos. O paciente  macaquinho  desceu  realizado,  na

certeza de haver desempenhado uma tarefa digna e completa.